História do ASA – Agremiação Sportiva Arapiraquense

ASA ASA – Agremiação Sportiva Arapiraquense
Fundado em 25 de Setembro de 1952
End.: Praça Manoel André S/N, Centro – Arapiraca/AL

Estádio: Coaracy da Mata Fonseca (Municipal)
capacidade: 15.000 pessoas
Site Oficial: www.asa-arapiraca.com.br

Fundado em 1952, depois que o Ferroviario, clube da empresa que estava construindo Ferrovias, daí o sugestivo nome, fechou as portas.

O Asa já foi “perseguido” por ilustres pessoas. Uma delas, João Saldanha, ex-técnico da Seleção Brasileira em seus comentários, se referia a “esses arapiracas da vida”, uma alusão em se tratando de clubes ruins.

Anos depois, Francis Hime e Chico Buarque eternizaram o clube na música “E Se”, que falava das coisas improvaveis ou impossiveis de se acontecer. Na letra da musica, o Asa pagava o pato. “E se o Arapiraca for campeão…”

A propria imprensa “paulista”, lembro-me bem, caia na tentação de falar do Asa, quando algum clube do estado ia mal das pernas.
Tá certo que o Asa viveu tempos ruins, mas que queimaram a lingua, ah…..disso não se tem duvidas!!!
 

Em 1951, Arapiraca tinha como prefeito o Dr. Coaracy da Mata Fonseca. A cidade, ainda pequena, começava a trilhar o caminho do progresso. A feira já começava a se destacar em todo o Nordeste brasileiro. A empresa Camilo Colier estava construindo a estrada de ferro (todos na cidade estavam com medo, pois diziam que quando o trem estivesse chegando na então vila Lagoa do Rancho, já seria perigoso atravessar o trilho no centro da cidade – ± 15 Km).

A construção da estrada de ferro exigia o trabalho de muita gente. E essas pessoas buscavam algum meio de diversão nos dias de folga. Como não poderia deixar de ser, o futebol estava em primeiro lugar. E a pedido dos funcionários, a direção da empresa resolveu construir um campo de futebol.

Formou-se o time, que obteve o sugestivo nome de FERRROVIÁRIO, com as cores preto e branco. As tardes de domingo da cidade passaram a ser mais movimentadas, pois seus habitantes tinham lugar certo para ir, o campo da estação.

Mas a construção da estrada de ferro foi concluída. O Ferroviário acabou. A diversão das tardes de Domingo acabou.

No entanto, empresários e autoridades da cidade não estavam conformados com o vazio provocado pela falta do futebol. Surgiu, assim, no dia 25 de setembro de 1952, a ASSOCIAÇÃO SPORTIVA ARAPIRAQUENSE, era “o” ASA que surgia da força empreendedora do Sr. Antônio Pereira Rocha, o primeiro presidente.

 
As conquistas

O primeiro campeonato do qual participou foi o de 1953. E começou com o pé direito. Foi Campeão Alagoano, apesar deste título somente ter sido reconhecido pela Federação Alagoana de Futebol em 1998, por iniciativa direta do cidadão arapiraquense Dr. José Pereira Neto. Depois, o ASA foi bi campeão alagoano nos anos de 2000 e 2001. Vindo depois vários outros títulos.

Em 1977, por decisão da diretoria, passou a chamar-se AGREMIAÇÃO SPORTIVA ARAPIRAQUENSE, continuando a ser o mesmo ASA.

No ano de 1982, uma infeliz idéia brotou, levando o eterno alvi-negro da terra dos Andrés, a ser rubro-verde. Mas pouco tempo depois, o “pendão alvi-negro”, imortalizado no hino pelo Prof. Pedro de França Reys triunfou.

O ano de 2009 deixou a cidade de Arapiraca em festa pois o ASA se tornaria o vice-campeão Brasileiro da Série C, conseguindo o acesso para a Série B de 2010.

 

Títulos

Copa Alagipe 2005

Campenato Alagoano 1953, 2000, 2001, 2003, 2005 e 2009.

Copa Maceió 2005

Copa Alagoas 2005

Letra do Hino
 
Letra: Prof. Pedro de França Reys

Música: Maestro Jovelino José de Lima

Na terra dos marechais, um clube esportivo se destaca. Pelo valor de seus craques, o ASA DE ARAPIRACA

O seu pendão alvi-negro, içai com garbo varonil, conquistando sempre vitórias, sob os céus deste Brasil.

Oh! craques da esportiva, o ASA gigante tornai. Com bravura e galhardia, ide avante. Lutai! Lutai!

Oh! ASA da minha terra, aos píncaros da glória voai, e aos vossos admiradores, os loiros da vitória legai.

Orgulhoso e altaneiro, o ASA sempre de pé, ficará nas páginas da história, da terra de Manoel André.

Artilheiros do ASA em Campeonatos Alagoanos

Ao longo das disputas do campeonato estadual de Alagoas, o ASA de Arapiraca fez cinco artilheiros, sendo que, Freitas foi o maior goleador em uma única edição pelo clube. Em 1983 balançou as redes adversárias por 28 vezes.

Confira a relação dos artilheiros:

1982- Freitas, com 22 gols

1981- Zé Carlos, com 20 gols

1983- Freitas, com 28 gols

1987- Berinho, com 15 gols

2000- Sérginho, com 14 gols

2003- Moisés, com 13 gols

Fontes: Arquivo Campeõers do Futebol e www.asa-arapiraca.com.br
Pesquisas de Sidney Barbosa da Silva

O que achou desse Post? Comente!

Visite o site www.brasilretro.net

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s